fbpx

“A cena teatral do interior é muito rica, e nesta primeira edição está presente um painel plural das artes cênicas, onde não faltam teatro de bonecos, convencional e contemporâneo, palhaçaria, leitura dramática, entre outras atividades que irão agradar tanto o público adulto como o infantojuvenil”.

A afirmação é da produtora e diretora Hendye Gracielle em relação ao Motin Bahia – Mostra de Teatro do Interior da Bahia, que prossegue até o próximo sábado e pode ser conferida pelo site www.cazazul.com.br ou youtube.com/cazazulteatroescola. Nem precisa dizer que, em tempo de pandemia, o evento é online. O melhor de tudo é que é gratuito e pode ser visto em qualquer horário do dia.

A iniciativa é da CazAzul , um núcleo de produção cultural de Vitória da Conquista, distante cerca de 328 km de Salvador e que desde 2016 atua na cidade. De acordo Hendye Gracielle, integram as atividades do festival peças, debates, oficinas e fórum de articulação.

O evento abriga encontros por meio de plataformas online de videoconferência, transmissões ao vivo e uma mostra cênica no YouTube, com a participação de grupos de teatro de 15 cidades do interior. Entre elas, Ibotirama, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Poções, Rio de Contas e Lauro de Freitas.

Nós recebemos 115 inscrições de 45 cidades diferentes, contabiliza Hendye, que acrescenta que graças aos recursos da Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, governo federal, “o sonho de reunir artistas do interior com o objetivo de fortalecer a cena teatral, mapear grupos cênicos e consolidar uma rede permanente de diálogo e articulação pôde se tornar realidade”.

Apague a luz para ver as estrelas

  • Sinopse: Num ambiente onde há bichos na floresta e uma ilha onde só são bem vindos homens que tenham o próprio barco, à beira da praia Serena e Isabel contemplam a Ilha de Canaã e se questionam porque as mulheres são proibidas de entrar lá. No fim do dia quando seu marido não retorna da pesca, Serena se desespera e busca por ele. Teria ele a abandonado e ido para a terra dos homens?
  • Ficha Técnica:
    Texto, direção e edição: Mateus Costa
    Atrizes: Emanuelle Soares, Flávia Cohim, Moane Schettini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *