fbpx

A história do Ganduense Uerflen se assemelha com milhares de outras histórias espalhadas pelo Brasil à fora. Aos 13 anos, integrante de uma família simples e cheio de sonhos, o pequeno lutador tem se mostrado um verdadeiro guerreiro e não só nos tatames. Suas lutas, sejam no esporte ou na vida pessoal tem sido enfrentadas e vencidas com três ingredientes: perseverança, fé e sorriso no rosto.

Membro da academia de artes marciais “Ratos de Tatame”, em Gandu, Uerflen tem se destacado por seu desempenho nos torneios que participa, e quando perguntado o que quer ser quando crescer, responde, “igual ao sensei”.

O sensei visto como exemplo por Uerflen é Jackson Cardoso, mentor do projeto Gotas de Esperanças, gerido pela Ratos de Tatame. Jackson, juntamente com Sandro Andrade dão aulas gratuitas para crianças carentes em situação de vulnerabilidade social. O projeto tem ajudado a resgatar crianças das ruas e dando à elas uma oportunidade de sonhar com dias melhores conquistados no esporte, como tem sido com Uerflen.

Uerflen e o Sensei Jackson Cardoso

Uerflen tem encontrado em seu caminho pessoas que ele precisava, e isso através do Jiu-Jítsu”, disse Jackson. Recentemente, em um acidente doméstico, ele acabou sofrendo um corte no pé, o que colocou em risco sua participação no campeonato que aconteceu no último domingo, (13). “Ele chorou por causa do risco de não ir para o campeonato. Mesmo assim fiz a inscrição dele e fui acompanhado sua recuperação. Durante dez dias seguidos ele me mandava foto do pé para saber se já estava recuperado e se tinha condições de lutar“, relata Jackson.

Uerflen não só se recuperou em tempo para o campeonato, como também fez uma das melhores lutas do torneio e bateu seu oponente. Para o Sensei Jakcson Cardoso, Uerflen é exemplo a ser seguido e exemplo de que o esporte transforma. “Ele pode ser o que quiser”, finalizou.

 

One thought on “Garoto de 13 anos encontra no Jiu-Jítsu o caminho para “vencer” na vida”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *