Com obras paralisadas, Ulysses Veiga alega que falta mão de obra para construção de estádio em Piraí do Norte

A suspeita é de que o prefeito tenha usado os recursos do convênio em outros locais.

Por Diário Paralelo em 06/05/2024 às 08:58:44

O prefeito Ulysses Veiga não vai conseguir concluir às obras do est√°dio municipal, e como justificativa, ele tem alegado à Superintend√™ncia dos Desportos da Bahia - Sudesb, que falta mão de obra em Pira√≠ do Norte. Na √ļltima quinta-feira, (02), o vereador Diego da Juliana foi at√© ao local e mostrou às condições das obras, que estão paralisadas. 

O "Barbosão", como foi batizado, deveria ter sido entregue no final de 2022. O conv√™nio assinado por Ulysses e que garantiu mais de R$ 2 milhões de reais para construção do est√°dio foi assinado em maio do mesmo ano e desde então j√° foram gastos mais de R$ 1 milhão e 300 mil. 

Relatórios divulgados pela própria Sudesb mostram que at√© dezembro de 2023, o prefeito ainda não havia cumprido o cronograma da 2¬™ parcela do conv√™nio, no valor de mais de R$ 650 mil reais. 

Para o vereador Diego, à paralisação na construção do est√°dio não √© por falta de mão de obra, como alegado por Ulysses Veiga, e sim, pela falta de dinheiro. A suspeita √© de que o prefeito tenha usado os recursos do conv√™nio em outros locais. 

Comunicar erro

Coment√°rios