fbpx

O Tribunal de Justiça da Bahia decidiu, por unanimidade, cassar o pedido de candidatura do prefeito José Murilo Nunes (PSD), reeleito no último dia 15 de novembro em Nova Ibiá. À decisão tomada na manhã desta quinta-feira, (16), é consequência de uma “notícia de inelegibilidade” acolhida pelo Ministério Público Eleitoral.

Contra o prefeito reeleito pesam contas de Convênios desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE, que envolvem convênios para construção de uma unidade básica de saúde e outro para construção de uma quadra poliesportiva. O TCE apontou irregularidades insanáveis nos dois convênios.

Mesmo com à denúncia acatada pelo Tribunal Regional Eleitoral – TRE, José Murilo conseguiu manter seu registro de candidatura por meio de recursos jurídicos, conseguindo sair vitorioso da disputa contra Aldo Sena (PP). Murilo obteve 64,67% dos votos válidos e em sessão realizada na manhã de hoje, o plenário decidiu, por 7X0, a procedência da Ação de Impugnação ao Registro da Candidatura e cassar o registro do candidato Murilo ao cargo de prefeito de Nova Ibiá . A decisão ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *